Um tempinho pra mim

Eu amo ser mãe, é o maior e melhor trabalho que Deus poderia ter me dado. Eu amo também ter a oportunidade de ficar em casa com meu filho em tempo integral. Me sinto muito abençoada por poder acompanhar cada passinho do Dylan, fazer aulinhas com ele, levá-lo no parquinho durante a semana e tentar não perder nada. Era isso que eu queria quando eu fosse mãe, era isso que eu e meu marido decidimos antes de tentarmos ter um filho e, pra mim, não tem coisa mais gratificante.

Mas apesar de ser o melhor trabalho do mundo, não deixa de ser cansativo. A gente não para um segundo! Eu não tenho empregada, babá ou família por perto pra dar aquela ajudinha se precisar. Meu marido trabalho o dia todo e chega em casa no final do dia, um pouquinho antes do Dylan ir pra cama. Assim como alguém que trabalha fora, eu espero pelo fim de semana ansiosamente, porque sei que meu marido vai estar em casa, haha. E mesmo assim, nosso cérebro não para um segundo, não para nunca e acho que depois que viramos mãe nunca mais vai desligar.

Ocasionalmente, nós chamamos uma babysitter pra vir aqui à noite e ficar por umas 3 horas. Assim, eu e o meu marido podemos sair pra jantar, tomar uns drinks em algum lugar bacana e aproveitar NYC. Nós tentamos fazer isso mais ou menos 1x ao mês. Quando tempo melhora e não fica tão frio, tentamos 1x a cada três semanas. A babysitter chega aqui e eu já estou colocando o Dylan na cama, então é bem tranquilo.

Ocasionalmente também, eu chamo uma babysitter pra vir aqui durante o dia se eu tiver algum compromisso que não posso levar o Dylan. Isso raramente acontece, mas acontece. E assim foi ontem. Eu e meu marido tinhamos um tour em uma das escolinhas que queremos matricular o D e não podia levar criança. O tour era por 1 hora mais ou menos e a babysitter veio e passou manhã com o D.

Quando o tour da escola acabou eu ainda tinha 1:30hr de tempo livre. Eu poderia ter voltado correndo pra casa e ter mandando a babysitter embora mais cedo. Mas eu nunca tenho esse tempinho durante a semana, então decidi não voltar pra casa. Eu poderia ter ido à milhares de lugares e lojas, mas decidi ir e sentar num restaurante novo que abriu que pertinho, pedir algo pra comer e ficar por lá, sentadinha, bonitinha, comendo e saboreando minha comida no “silêncio” de NYC.

O SweetGreen abriu a pouco tempo aqui perto e é um desses lugares “modinha” de NYC que as pessoas que moram aqui vão pra comer salada. Eu sempre passei na frente e virei cara, não queria pagar por $11 por uma salada. Como pode? Haha. Mas gente, que delícia de salada, viu. Valeu todos os $11 que eu paguei e pagaria outra vez (e sei que vou). Eu pedi a salada que vem com pedaços de frango e abacate e pedir também o suco de carrot e turmeric. Não sei se é porque eu estava super empolgada de almoçar fora sozinha ou se o lugar é  bom mesmo, mas valeu a pena. Claro que o meu cérebro não desligou, mas relaxou um pouquinho.

Voltei pra casa depois disso, depois de ficar sentada lá por uma hora. Voltei feliz e louca pra ver meu Dylan. Xx

img_0743img_0744img_0745img_0746img_0747img_0748img_0749img_0751img_0752img_0758

 

Anúncios

4 comentários sobre “Um tempinho pra mim

  1. Também agradeço muito a Deus pela oportunidade de poder estar ao lado do Luca em tempo integral, poder acompanhar o desenvolvimento deles assim, bem de pertinho como a gente faz é um grande presente.
    Mas um tempinho só pra nós, mesmo que seja tão de vez em quando, também é muito bom!

  2. Oi Fê! Eu consegui reduzir minha jornada de trabalho e fico com o B pela manhã. À tarde ele fica na creche por 4 horas. Esse ano, durante o recesso de final de ano até a volta ao trabalho, ele ficou por uma semana por um período de 4 horas na colonia de férias. Consegui descansar e organizar algumas coisas. No início cheguei a chorar e me sentir um pouco culpada, mas além de estar precisando desse tempo. o fato dele adorar o local me tranquilizou. Eu também estou longe da minha família e não tenho com quem contar… bjs!!

    1. Bia, acho que um tempinho pra gente é mais do que necessário, né? Em setembro o D vai começar ir pra escolinha por 2 ou 3x por semana só por algumas horas. Por mais que eu morra de saudades hehehe, sei que vai ser a melhor coisa tanto pra ele como pra mim. Beijos.

      1. Sim Fê, eles estão crescendo e precisam conviver com outras crianças. Eles se adaptam melhor do que nós e aos poucos vamos voltando nossa rotina!! Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s