Um simples conselho

Sejam flexíveis com seus filhos e escolham suas batalhas. Se eu pudesse dar um conselho para todas mamães de toddlers, seria esse.

Hoje eu estava almoçando junto com o Dylan e estávamos almoçando a mesma coisa. Se eu como junto com ele, geralmente como algo que ele pode comer também. Eu tinha o meu prato e ele o dele. Ele começou a comer, mas logo percebeu que o meu era mais interessante, porque sempre é, né? Ele quis o meu prato na bandeja dele. Então eu tinha duas escolhas: 1) Disciplinar meu filho de 18 meses e dizer não. Que ele teria que aprender a comer do próprio prato e que o outro prato era da mamãe. 2)Eu poderia dar o meu prato pra ele e observar o que ele faria.

Eu escolhi o número 2. Não queria criar uma batalha por uma coisa tão simples, afinal 18 meses é um bebê ainda. Eu dei meu prato pra ele e ele começou a colocar as coisas do pratinho dele no meu. Depois tirou tudo do meu e colocou no dele de volta com a maior felicidade. Ele foi fazendo isso por um tempão e comendo ao mesmo tempo. Conclusão: ele comeu tudo, do meu e do prato dele. O que importava pra ele no momento era processo de colocar a comida em um prato e tirar do outro. Ele ficou feliz e satisfeito e eu também (satisfeita não, porque agora que ele dormiu eu peguei outra coisa pra comer pois estava com fome ainda haha.)

Todos os dias eu acredito que faço o meu melhor para educar e disciplinar o Dylan. Mas todos os dias eu tento colocar na minha cabeça que eu preciso ensiná-lo a ser flexível também. Preciso ensiná-lo  que com flexibilidade vem a bondade. Todos os dias eu escolho o que vale a pena me estressar ou não. Não é fácil! Mas como eu disse no post anterior, maternidade não é fácil. Maternidade é um questionamento diário se estamos fazendo o certo ou errado.

Eu acredito que uma rotina é importante para as crianças e pra gente. Eu tenho isso com o Dylan desde que ele era bebê, mas sempre tentei ser flexível. Consistente, mas flexível… assim ele não sofre quando precisamos sair da rotina e quando vamos viajar. Mas o meu objetivo desse texto não é falar sobre a rotina, mas sim sobre escolhermos as nossas batalhas! O que vale a pena se estressar ou não?!

Precisamos escolher as nossas batalhas com tudo na vida, mas principalmente com os pequenos. Não podemos exigir deles o que eles não podem nos dar, não podemos querer que eles façam coisas que é fora da habilidade deles. Para o Dylan no almoço de hoje, o importante era o processo de tirar e colocar comida de um prato no outro. Eu permiti e ele conseguiu. Todo mundo saiu ganhando.

img_1170img_1160

 

Anúncios

5 comentários sobre “Um simples conselho

  1. Concordo com tudo que você disse, sendo flexiveis nós também estamos educando.
    Não adianta querer que eles entedam quando eles ainda não tem essa capacidade, tudo no seu tempo.

  2. Oi Fê! Isso sempre acontece lá em casa também… eles querem experimentar tudo, tocar, tudo é novidade para eles. E digo mais, ceder é um ótimo exercício para ensinar. Eles entendem tudo e não se sentem contrariados. Por outro lado ganhamos mais ainda a confiança deles! Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s